mar 30, 2020

40 anos no Atacama, por Simone Dini

Na nossa família as comemorações sempre viram viagens. Eu sempre pensei em passar meu aniversário de 40 anos na Tailândia, mas não conseguimos conciliar a agenda, pois é uma viagem bem mais longa. Arranquei do meu marido workaholic 3 dias úteis, que viraram 5 noites, o ideal para uma viagem ao Atacama. Além disso, consegui convencer a irem conosco as melhores cias que uma viagem pode ter: Giu e Carlão!

Esta viagem tinha um tom de romance, então não levamos as crianças, mas certamente é um destino que os meninos teriam amado. Mais o Pietro que adora esportes e movimentos, do que o Arthur. 

O HOTEL

Neste tipo de viagem, o mais importante é a qualidade dos guias e das expedições que você quer fazer, por isso apostamos em um hotel full experience! Deixa eu explicar melhor: alguns hotéis, além da hospedagem com refeições e bebidas, já incluem nas diárias um menu de excursões. O investimento parece alto, mas quando você coloca na ponta do lápis o que gastaria em tours e refeições, valia a pena.

Eu, plena na piscina do hotel, comemorando meus 40 aninhos em grande estilo!

Nós escolhemos o Explora e foi muito acertado! Na chegada já recebemos uma garrafinha para levarmos durante os passeios. A comida era boa e os drinks deliciosos. Sim, nós bebemos rsrsrs. A decoração é simples e rústica, a cara da região. O quarto é super confortável, mas não tem TV, o que foi um absurdo pro meu marido rsrsrsr. São 4 piscinas, 2 jacuzzis e algumas saunas com um bar. Todos dias eram repostos água fria e quente para o chá.  O serviço do hotel é ótimo e TODAS as excursões foram sensacionais. A diferença do preparo, simpatia e conhecimento dos guias é visível (e olha que eu já viajei um pouquinho…). A escolha das paradas e a oferta de experiências mais genuínas é diferenciada. A equipe de excursões é demais! Começamos com uma apresentação sobre a região e eles nos ajudaram de forma extremamente flexível as melhores opções para o nosso perfil. Nós planejamos e alteramos as excursões de acordo com a nossa vontade. Em momento algum encontramos dificuldade em alterar os planos, pelo contrário. Eles sempre estavam dispostos a fazer o melhor para a nossa experiência. E não havia economia de esforços nem financeiros.

Se o seu buget for menor, não há com o que se preocupar! o Atacama é um destino bastante democrático: você encontra hospedagens e pacotes de excursões de todas as categorias e valores. Entretanto, tenha em mente a importância de ter um guia experiente, tanto para que você aproveite os passeios ao máximo, quanto para evitar problemas que podem acontecer em uma viagem de aventura. 

A CIDADE

Lá é o deserto mais alto do mundo cercado por cordilheiras, então o céu é super limpo. 75% dos principais observatórios do mundo ficam no Atacama. Eu que não sei nada sobre astronomia, mas amei ver a Milk Way (fofo o nome da Via Láctea) e aprender um pouco sobre as estrelas em vez de só esperar uma estrela cadente para fazer um pedido. 

Nós não exploramos muito a cidade, passávamos o dia nos passeios, depois piscina no hotel, jantar no hotel (já incluso!) e o cansaço já batia! Vale dar uma olhada neste post para conhecer melhor as atrações e a gastronomia.

Vimos muitos restaurantes e principalmente lojinhas de artesanato. Não achei nada muuuito legal, mas eu sou suspeita, porque já tinha comprado tudo no Peru e achei bem parecido. O presente das crianças foi do Free Shop!  

A LOGÍSTICA

Apesar do Atacama parecer pertinho, a logística deixa a viagem um pouco cansativa. O vôo de São Paulo para Santiago dura 4h. Daí, são 2h de espera e mais 2h de vôo até o aeroporto de Calama. De lá até San Pedro de Atacama dá 1h de carro.

A ALTITUDE

Não dá para chegar já fazendo estripulias. A altitude de São Paulo é de 760m, a de San Pedro é de 2.400m e alguns passeios ela chega a 4.800m. Dá falta de ar! A Giu, minha super companheira de viagem, disse que você caminha 200m e parece que caminhou 2km! Claro que cada pessoa sente diferente, mas a nossa orientação é:

  • Descanse quando chegar.
  • Tome muita água, quando você achar que já tomou muita, tome mais.
  • Alimente-se bem e com alimentos leves.
  • Organize suas excursões para aumentar a altitude gradativamente.
  • Bebidas alcoólicas e cigarro podem dificultar a sua vida.
  • Chá de coca pode ajudar.

AS EXPERIÊNCIAS

Dá para fazer trekking, andar de bike, cavalgar, fazer tour de carro, subir montanha, etc. Como éramos um grupinho de 4 pessoas conseguimos fazer quase todos os tours privativos, o que é muito legal, embora o Explora goste de promover a interação entre as pessoas. 
A dinâmica de tours pode ser 1 tour pela manhã, mais ou menos das 9h  às 12h – 13h e outro no final da tarde umas 16h. Existem alguns tours de dia inteiro também. A piscina é sempre  uma boa aliada para os intervalos. 

Para uma estadia de 4 dias, recomendamos o seguinte:

DIA 1

Calle Caracoles de bike e Trekking no Valle de Marte

Manhã livre com passeio de bike para o centrinho: Calle Caracoles

A tarde Trekking pelo Valle de Marte: A trilha tem um pouco de subida e a descida é feita nas dunas. Tem gente que faz sandboard ali. Se você tem algum problema nos joelhos pode ser difícil, senão é só ir devagar que você vai tirar de letra. A vista é linda e quando você sobe pode ver praticamente Marte hehehe. 

DIA 2

Cordilheira do Sal à cavalo

São 2h de tour e o mais impressionante é atravessar um rio e uma rodovia! Os cavalos do Explora são lindos e bem tratados, mas ainda assim fiquei com dozinha (mas fui)…


Trekking por Guatín | Vale dos Cáctus

Cáctus gigantes em uma paisagem maravilhosa entre paredes de pedras, o rio Puritama e montanhas. A trilha é simples e apesar de poder se molhar foi tranquila. Aqui vimos famílias de burros selvagens brancos. Lindos!
A noite fomos para o observatório que tem um enorme telescópio para uma aulinha de astronomia. O guia era extremamente qualificado e a nossa apresentação foi d+!

DIA 3

Overland Altiplano

As paisagens mais bonitas e a almoço mais sensacional! No caso do Explora o almoço é montado no meio do deserto. Este foi um dos passeios que fizemos só nós 4, então ter um banquete só pra nós com uma vista incrível foi o ponto alto da viagem. O tour é feito de carro com paradas para fotos e para apreciarmos o contraste do deserto com as lagoas, pedras com vegetação, vulcões e montanhas, famílias de flamingos, vicunhas, guáiacos, parentes selvagens das lhamas, e até raposa. Foi a maior altitude que chegamos (4.800m), mas neste caso quase não andamos, então deu pra aguentar rsrsrsrs. Estávamos com muito frio, principalmente durante o almoço ao ar livre. 

Voltamos para o hotel cedo, umas 16h. Deu pra dar uma descansada para sairmos em busca do por do sol. O lugar mais bonito para avistar o por do sol é o Valle de la Luna. Não é um tour oferecido pelo Explora porque não é uma coisa muito privativa. Por ali vários ônibus encostam e tem uma certa concentração de pessoas. Maaaaas como tudo no Explora é especial conseguimos entrar no parque em uma área mais vazia o que nos garantiu fotos e vídeos lindos! 

DIA 4

Enquanto o Rodrigo dormia e o Carlão e a Giu foram para as Lagunas Altiplânicas eu acordei bem cedo e foi ver os gêiseres.

Overland Reserva Tatio

A saída é bem cedo, às 6h30. A primeira parada são os gêiseres, aqueles jatos de água saindo do chão que acontecem nas áreas em que há vulcões ativos (como no desenho do pica-pau). Quanto mais frio o ar, mais fumaça e mais altos os jatos de água, por isso é melhor ir cedo. Foi a menor temperatura da viagem, eu peguei -5 graus. A melhor parte é que este é o único tour que tem banheiro rsrsrsrsr. Só na primeira parada, mas já é ótimo. Fazer xixi nas pedras com este monte de roupas é complicado!

O passeio não se trata apenas dos gêiseres, a paisagem também é linda, com montanhas, flamingos, vicunhas, vizcacha (parentes das chinchilas) e um pouco de vegetação. Neste tour o café da manhã é montado com mais uma vista estonteante, com a proposta de simplesmente contemplar a beleza do mundo. Foi onde mais vi verde no Atacama. 

Trekking por Kari

O trekking começa em um miradouro com a vista de todo o Valle de la Luna, no mesmo lugar que fomos para ver o pôr do sol. Descemos uma duna até fazermos toda a trilha em meio aos cânions de argila gesso e sal. Há uma caverna bem curtinha que dá ainda mais emoção ao passeio de 6 km. Em uma das partes há uma descida pelas pedras um pouco complicada e, no meu ponto de vista, até perigoso. Só vá se você estiver 100%. O pessoal de excursões nos avisou, mas nós menosprezamos a dificuldade…

Eu não trocaria nenhum dos tours que fiz, mas gostaria de ter tido mais 1/2 período para nadar nas Lagunas Altiplânicas. Além de conhecer o Salar, boiar na água salgada como no Mar Morto é uma experiência que ainda não tive!

Pronto para fazer as malas?

Para não perdermos mais tempo, decidimos não despachar a bagagem, o que foi um desafio: entender o que precisava estar na mala, fazer caber, e ainda mais – dentro do peso permitido! 

É uma mala meio chatinha de arrumar. A temperatura varia durante o dia e também entre as regiões, então cada passeio tem uma vestimenta certa. Nós pegamos de 28ºC a –5ºC, ou seja: super calor e super frio!

Fiz uma listinha dos itens mais importantes, serve para meninos e meninas:

  • 1 Bota de Trekking >> Eu achei imprescindível ter um calçado apropriado: impermeável, antiderrapante, etc… A bota de trekking é legal porque ela é mais alta e não deixa você torcer o pé.
  • 1 Bota ou Tênis para noite >> Basicamente você vai andar o tempo todo na terra ou em paralelepípedos, então considere isso na escolha do calçado. Posso usar o mesmo tênis que usei de dia? Pode, mas você precisa saber que tudo fica muito sujo e possivelmente molhado.
  • 5 Camisetas ou Blusas
  • 3 Tops de Ginástica (para meninas) >> É legal usar algo que dê mais suporte do que o sutiã, já a quantidade vai da sua tolerância a repetir itens já usados, rs.
  • 2 Shorts ou Bermudas para os passeios
  • 2 Calças para os passeios >> O ideal é que você tenha uma calça mais leve e uma mais quente. Escolha itens esportivos pensando no trekking.
  • 2 Calças para usar a noite >> Pode ser jeans ou algo bem despojado.
  • 1 Calça Térmica, Cirola ou Meia-Calça
  • 1 Casaco Corta-Vento
  • 1 Casaco Esportivo Quente >> Eu levei um 3 em 1, clique aqui e veja lá no stories do Instagram
  • 1 Malha ou Moletom
  • 1 Camiseta de Manga Longa e/ou Blusa Térmica
  • 1 Luva leve
  • 1 Par de Meias quentes
  • 4 Pares de Meias Esportivas Cano Alto >> Como você vai fazer caminhadas, a meia menor pode ficar escorregando pra dentro do tênis ou esfolando no cano da bota. Dou esta dica porque eu voltei com a canela esfolada!
  • 1 Pashmina ou Cachecol leve
  • 1 Mochila >> Escolha uma pequena e leve para não adicionar peso no trekking. Você vai precisar levar com você: sua água, caixa do óculos de sol, álcool gel, protetor labial, hidratante para as mãos, saquinho plástico para lixo, papel higiênico ou lenços umedecidos e snacks.
  • 1 Pochete ou algo para deixar o celular à mão e tirar as melhores fotos >> É chato e as vezes não dá tempo de ficar tirando a máquina da mochila.
  • 1 Boné
  • Roupa de Banho para a piscina
  • Saída de Banho e Toalha para piscina >> O nosso hotel já oferecia, então não precisamos levar.
  • 1 Óculos de Sol
  • 1 Chinelo
  • 1 Carregador de Celular
  • 1 Power Bank
  • 1 Garrafa de Água Térmica >> O nosso hotel forneceu uma garrafinha, mas ao final do passeio a água estava quente, sugiro uma térmica para os mais frescos.

Nossa necessarie foi fácil porque os amenities do nosso hotel eram muito bons, tinha até filtro solar! Segue nossa sugestão de itens essenciais, o tempo é muito seco, não é frescura, confie:

  • Umidificador de Nariz >> Eu levei Rinossoro e funcionou bem.
  • Colírio
  • Protetor Labial de preferência com filtro solar
  • Hidratante para mãos e rosto
  • Álcool gel para os passeios
  • Filtro Solar

Quem vai com mala de mão precisa lembra que: todos os líquidos e cremes precisam ter no máximo 100 ml e devem ser colocados em um ziplock transparente. Além disso, você não pode levar aerosol, nem coisas perfurocortantes (tesoura, pinça, alicate de unha, etc).

É isso aí!

Muita gente classifica o Atacama como uma das melhores viagens já feitas. Eu gostei muito, ainda mais com cias especiais e em uma comemoração especial. Nós aproveitamos muito, mas a melhor viagem vai depender do perfil de cada um. 

Curtiu? Então entre em contato com a gente!

Deixe um comentário

avatar