set 12, 2019

Jogo rápido: Disney com crianças de até 10 anos – por Mari Rago

Dicas de viagem para a Disney

Levar os filhos para conhecer a Disney é o sonho de todo pai. Mas quando pensamos em colocar 4 seres humanos debaixo do braço para encarar as filas dos parques, fatidicamente a espinha congela de frio. Quanto tempo a família aguenta? O que dá para conhecer? Vai valer a pena? Onde a gente se hospeda? Carro ou ônibus? Verão ou primavera? As dúvidas pipocam.

Aproveitei que estava planejando a viagem de uma cliente para a Disney e aproveitei para escrever num jogo rápido as minhas dicas para fazer uma viagem para a Disney com crianças de até 10 anos, com o intuito de esclarecer um pouco. as dúvidas Sem muito blá ou voltas.

HOSPEDAGEM NA DISNEY

  • São inúmeras (mesmo!) opções, então o primeiro passo é definir seu orçamento e traçar as necessidades da família.
  • Essencial reservar hotel com cozinha para não só garantir a comida das crianças, como também economizar tempo e dinheiro nas refeições.

Vale a pena se hospedar nos resorts oficiais da Disney, assim você terá direito a marcar Fast Pass com 2 meses de antecedência, acesso às Magic Hours e transporte gratuito para os parques. É inegavelmente uma mão na roda!

>> Entre em contato para reservar o seu hotel com a Assessorato, e aproveite nossas tarifas e condições especiais!

QUANDO EMBARCAR

As épocas com as menores filas e climas mais amenos são ou abril ou entre as duas últimas quinzenas de janeiro e a primeira semana de fevereiro.

QUANTO TEMPO FICAR E QUANTOS PARQUES FAZER

  • No calor, em 10 dias de viagens você vai conseguir fazer 5 parques tranquilamente (dá para programar 6 parques se estiver com crianças acima de 12 anos). Lembre-se que o calor cansa ainda mais as crianças, então aproveite para desacelerar e curtir também a piscina do hotel e outros passeios.
  • Já no frio os passeios cansam menos, portanto em 10 dias recomendamos planejar 6 parques (ou 7 para famílias com crianças acima de 12 anos).

APLICATIVO MY DISNEY EXPERIENCE

Não esqueça de baixar e configurar o aplicativo My Disney Experience no seu celular antes de embarcar, pois ele pode realmente facilitar muito a sua vida por lá.

Após comprar o seu ingresso, pelo aplicativo você consegue:

  • Marcar até 3 Fast Pass com 1 mês de antecedência
  • Durante a visita ao parque, depois que você usar um Fast Pass, poderá marcar outro (você pode ter até 3 agendamentos por vez, mas respeitando essa regra o uso é ilimitado – assim, você pode ir em vários brinquedos com Fast Pass).
  • Comprar e marcar na lanchonete a hora de sua refeição, dessa forma você diminui muito o tempo na fila da refeição, que não deve ser subestimado.

COMO TROCAR OS INGRESSOS

  • Além do voucher, você vai precisar sobretudo do documento para fazer a troca.
  • Sugiro fazer a troca no Disney Ticket Center no Disney Springs, pois é muito mais rápido e quase sem filas. Aproveite para fazer comprinhas e comer (mas fique atento aos restaurantes pega-turista).

OTIMIZANDO O SEU TEMPO NOS PARQUES

  • Antes de mais nada, estude o mapa dos parques.
  • Os parques têm internet gratuita, assim ao chegar, você já pode abrir o app e conferir o tempo de espera dos brinquedos.
  • Se não conseguiu agendar Fast Pass para os brinquedos mais concorridos, a dica então é chegar cedo e começar por eles. As montanhas russas são as mais disputadas.

COMPRAS

  • Comprar comida na Target (coisas grandes) e Publix (supérfulos). O Whole Foods vale a pena, enquanto o Wallmart é mais popular.
  • Se for só café da manhã e coisas simples, nem perca tempo: foque no Publix, que certamente é o mais prático de todos.

>> Faça uma lista de refeições e o que você precisa comprar. A quantidade de opções e variedades no mercado é de deixar a gente doida, então ter uma lista à mão é essencial para não gastar demais e nem desperdiçar.

  • Para itens de farmácia (adoro!), comece pela Target, depois vá à CVS e ao Walgreens.
  • Compre capa de chuva nos supermercados pois você vai precisar, e nos parques custa a bagatela de USD 15.
  • Se precisar do celular e ficar sem carregador, a Disney e a Universal vendem um carregador portátil por USD 30. Não é barato, mas funciona e, se acabar a bateria durante o passeio, basta ir a uma loja da Disney que eles trocam por um cheio. Entretanto na Universal, a troca sai por USD 2.

OUTRAS DICAS

  • Abasteça o carro com tempo de sobra para não se atrapalhar. Lembre-se que por lá não há frentista, então você vai ter que encher o tanque e pagar por conta própria.
  • Jamais deixe bolsas e carteiras no carro, nem mesmo para carregar a bomba no posto de gasolina. É sério.
  • Se possível, reserve os restaurantes que quer conhecer com antecedência, para não ficar apenas babando.
  • Conheça o outro lado de Orlando: o Winter Park é uma região bacanérrima com ótimos restaurantes.
  • As crianças cansam muito em parques, principalmente se estiver calor, por isso é bom levar ou alugar carrinho.

TRANSPORTE

  • Ir de carro aos parques é mais cômodo, pois você pode deixar mudas de roupas caso se molhem ou esfrie, e tem a liberdade de ir embora na hora que quiser. Mas, além do aluguel do carro, gasolina etc., contabilize o estacionamento nos parques: USD 25 o normal e USD 50 o VIP.
  • Sempre tire foto de sua vaga, tanto nos parques como shoppings e mercados. É tudo enorme e esse não é seu carro, não será fácil reconhecer.
  • Se estiver hospedado nos resorts Disney, você pode usar o ônibus deles pra se locomover mas, dependendo do hotel, o seu ponto pode demorar para chegar por ficar mais afastado.

O QUE LEVAR PARA OS PARQUES

  • Muda de roupa para crianças e adultos: uma camiseta (pelo menos), toalha, algumas comidinhas fáceis e saudáveis como uva passa, uva, maçã, tomatinho e cenoura.
  • Bebida esquenta muito, mas leve sempre uma água. Recarregar a garrafa nos parques é complicado, a água tem um gosto ruim.
  • Protetor solar, óculos e boné são essenciais.
  • Roupas leves e cores claras.

JOGO RÁPIDO DOS PARQUES

  • Vale fazer pelo menos dois dias de Universal e / ou Island of Adventure (programe-se para a nova atração do Harry Potter, que tem espera de 10 horas sem fura fila)

>> Universal vende o fura fila separado do ingresso. Vale a pena para crianças maiores. Quem tem pequenos não aconselho, vocês não vão ficar muito tempo no parque e o valor não é barato.

  • Sea World: o parque está bem cuidado, mas não é muito moderno. A parte infantil foi toda reformulada, e é legal para crianças pequenas de até 7 anos. Como a área nova está com poucas árvores e sombras, prepare-se para tostar no calor.
  • Animal Kingdon: excelente para crianças pequenas. A mais recente atração do parque é o Avatar/Pandora, que está super cobiçada.
  • Hollywood Studios: parque mais tranquilo com diversas atrações. Não deixe de conhecer o novo Toy Story.
  • Epcot: Passear pelos países é uma diversão. Vale saber que a famosa bola entrará em reforma entre o fim desse ano e início do próximo, e só deve estar pronta em 2022. Passear pelos países é uma diversão.
  • Para quem gosta de parque aquático, vale a pena conhecer o da Disney!

Leia mais sobre os EUA…

>> Roteiro de restaurantes tradicionais no Brooklyn, em NY

>> Nossa seleção de restaurantes em Miami

Gostou das nossas dicas? Deixe seus contatos abaixo e enviaremos as próximas por e-mail!

* indicates required

Deixe um comentário

avatar