jan 17, 2018

Só Para Mulheres | Douro

UM DIA NO DOURO! – #ASSESSORATONODOURO

Nossa viagem a Portugal foi inesquecível! O povo é muito acolhedor e as paisagens são de tirar o fôlego! O país oferece muitas opções, do campo à praia, roteiros gastronômicos, visita às vinhas… É muita coisa pra ver. Tínhamos 8 dias de viagem, então tivemos que fazer escolhas. E fizemos escolhas certíssimas: os hotéis eram d+ e o roteiro com experiências e turismo foi a medida perfeita. Curtimos tanto que não queríamos dormir, descasávamos realmente quando a energia acabava.

Leia aqui sobre a nossa visita ao PORTO. 

Conheça o roteiro da viagem aqui. 

Conheça Simone e Mariana aqui. 

O DOURO!

Uma das escolhas que se faz numa viagem como esta é onde passar as noites. Você pode optar por fazer sua base em Porto e Lisboa e fazer as visitas bate-volta de carro. Como nós adoramos tomar um vinhozinho e somos mães de família muuuito responsáveis, nós decidimos trocar mais vezes de hotéis. Devo dizer que eu não acho complicado fazer check-in e check-out, arrumar e desarrumar a mala e passar apenas 1 noite em um hotel. Como estou habituada a viajar com as crianças, quando estou viajando sozinha ou só com meu marido acho a dinâmica tãaaaao simples! rsrsrsrs

Quando escolhemos a nossa programação para o único dia na região nossa prioridade era: a melhor vista, a melhor comida e a melhor experiência! Foi um dia foi bastante intenso marcado por muuuuuita comida boa, muito vinho bom e muita historia de português para contar!

NOSSO TOUR: QUINTA DAS CARVALHAS, RESTAURANTE DOC E QUINTA DA PACHECA

Saímos do Porto pela manhã, em direção à região do Douro. São 117 km até a Quinta das Carvalhas, nossa primeira parada.

QUINTA DAS CARVALHAS

Chegamos às 10h na Quinta das Carvalhas já com o agendamento para o tour de minibus. O microônibus conversível sobe até o alto de uma montanha com direito a uma parada no meio do caminho para fotos. No ponto final fica a Casa Redonda, famosa pela vista 360 graus do vale do Douro. Lá no alto tiramos muitas fotos e pudemos conversar um pouco com a nossa guia que era muito simpática e prestativa.

Esta foi a primeira pérola do dia!

Eloísa: Meninas, vou ali no canto fumar um cigarro.

Guia: Não podes ir ao canto. Aqui não tem canto, é uma casa redonda…

Depois de descermos, fizemos a degustação de vinho do Porto. Foram 6 tipos, intensos e suaves.

Sim começamos a beber às 11h da manhã rsrsrsrs. A recomendação é que você apenas “bique o vinho”, mas como não estávamos dirigindo… já viu! O teor alcoólico é alto, dá para sair trançando as pernas, cuidado!

Para quem é o motorista da vez, não vimos muito policiamento nas estradas e nem perto das vinícolas mas nunca se sabe. Beber e dirigir não combina.

RESTAURANTE DOC

O restaurante do premiadíssimo chef Rui Paula (o restaurante dele no Porto tem uma estrela Michelin) vale a visita em todos os aspectos!

É obrigatório sentar-se no terraço, com vista para o Rio Douro. Nos primeiros minutos ali já estávamos agradecendo pelas férias: atendimento e comida impecáveis.

A base da cozinha está na utilização de produtos genuínos da região, mas com o toque pessoal do chef. Além dos ingredientes locais, o cardápio é enriquecido com o melhor peixe da costa. O resultado final é uma gastronomia contemporânea e tradicional ao mesmo tempo.

Nos serviram uma degustação de entradinhas. Comemos um camarão com molhinho de coentro que estava divino e suave. Pasmem, nós ODIAMOS coentro.

Nosso almoço ficou completo com um delicioso vinho indicado pelo sommelier (o único que soube captar o nosso paladar!).

Quando fizemos a reserva, estávamos com medinho da conta. Gastamos EUR 50,00 por pessoa (com vinho) e saímos do restaurante com aquela sensação de “ainda bem que viemos”.

 

 

 

 

 

 

QUINTA DA PACHECA

Sim! Nós só comemos em Portugal rsrsrsrsr.

Depois de sairmos empanturradas do DOC fomos para a Quinta da Pacheca, onde passaríamos a noite. A primeira atividade por lá foi o tour de degustação de vinhos. Conhecemos o processo do preparo desde a colheita, até o engarrafamento.

A quinta é lindíssima e podemos conhece-la durante o tour. Uma casa bem decorada e aconchegante, um restaurante* disputado pelos turistas da região e jardins muito românticos para serem aproveitados com um bom vinho. Enfim, tudo que sonhamos na nossa viagem SÓ PARA MULHERES rsrsrsr. A quinta tem poucos apartamentos e o atendimento é impecável mesmo com uma pessoa só para fazer tudo: pegar as malas, fazer o check in e atender as solicitações de reservas.

*Para quem vai jantar no concorrido restaurante, deve fazer a reserva cedo. Eles não reservam em cima da hora e não “encaixam” ninguém. Você corre o risco de ficar sem jantar.

Depois do tour fizemos o check in e já fomos para o pic nic preparado especialmente para nós durante o por do sol. A mesa de madeira com a toalha xadrez coberta por delícias: pães, queijos, frios, frutas, geléias e muito vinho foi montada no jardim com vista para as vinhas. Não imagine que estávamos sentadas no chão no meio das vinhas. Gostamos de experiências diferentes, mas com todo o conforto do mundo. Vimos que tínhamos acertado em cheio na programação do dia no rosto das pessoas. Nosso dia tinha sido cronometrado para conseguirmos pegar todas as reservas que havíamos feito. Mas, ali, ninguém estava cansado ou empapuçado. Comemos a mesa quase inteira batendo papo, rindo muito e na maior tranquilidade e felicidade.

Quando já estava escurecendo avistamos 3 cachorros grandes ao nosso lado muito interessados na comida. Não havia ninguém a nossa volta. Então eu peguei o celular para ligar na recepção e perguntei:

– Estamos aqui fazendo o picnic e tem 3 cachorros muito grandes nos rodeando (um deles era um rottweiler). Precisamos ter medo?

– Eu não sei. Não são meus cachorros!

Caímos na risada, mas estávamos morrendo de medo. Pedimos para a pessoa da recepção distrair os cachorros e assim que eles saíram de perto nós saímos correndo.

A noite foi super gostosa! Os quartos da quinta são decorados em cores diferentes com bom espaço. O café da manhã estava delicioso com variedade de queijos, frios e pães e até um espumante para quem gosta de começar o dia ligado no 220 rsrsrsrs.

Bjoooo

Simone e Mariana

Deixe um comentário

avatar